Futuro Profissional

image

  Dia desses, no meu segundo dia de estágio, me vi presa em uma grande dúvida: O que fazer afinal na faculdade, cinema ou jornalismo? Duas áreas que, além de saber que vou me encaixar, sou intrinsecamente apaixonada desde pequena. Começo de 2016, com o tão temido ENEM batendo na porta e o terceiro ano já iniciado, me preucupa ver que essa dúvida ainda permanece em mim.
  Acredito que a escolha profissional seja a primeira, de uma série de muitas escolhas importantes que teremos que fazer na vida e de certa forma, dela depende todas as outras. A respeito disso, para mim, mesmo que seja meio incerto e angustiante no princípio, seguir o coração vai ser sempre a melhor escolha. Vivemos em mundo tão confuso, em a correria vem tirando a alegria de viver e várias pessoas tem se mostrado infelizes com a vida e na área profissional, culpando Deus, culpando o chefe e mal sabendo que tudo isso é resultado de uma escolha dela, feita à muitos anos atrás, ao entrar na faculdade. Pensaram que seriam ricas, pensaram que seriam bem sucedidas, mas se esqueceram da verdadeira riqueza da alma: a felicidade e a realização pessoal. E hoje essas pessoas se encontram sem uma ou outra, sem nada. Afinal infelicidade e sucesso são palavras que não combinam, pois só se consegue crescer naquilo que você gosta de fazer.
  Portanto, o conselho que deixo é o mesmo que estou tentando seguir: faça o que te faz feliz, o que te dá ânimo, o que te dá vida. Se dedique, acredite, que o dinheiro e o reconhecimento serão consequências que virão com o tempo.  A vida é curta demais para não fazer o que se gosta.

Texto escrito por: Sara Gusella

Anúncios

4 comentários sobre “Futuro Profissional

  1. Quando tive de fazer essa escolha também tentei seguir o que me fazia feliz e não me arrependo nada. 😉 Hoje em dia gostaria de ter seguido outras áreas, mas na altura foi o que fez mais sentido.

    Curtir

  2. Ótimo texto, Sara! Cursos lindos os que te dividem. Eu penso da mesma forma, no entanto é preciso se segurar bem para que as ondas da vida prática e do utilitarismo não levem de você esse pensamento, te deixando nua na praia a mercê de correr para o que te será mais conveniente, a fim de se esconder dos olhos famintos da sociedade que exigem de você uma resposta imediata e eficaz para o imprevisível futuro. Enfim, não sei quanto tempo você tem para acreditar nos seus sonhos, mas seja forte, se possível pra sempre! Até breve.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s