Amor A Distância

Nos últimos dias tenho pensado bastante no que escrever para o blog; tentei vários temas, mas nada parecia certo para escrever. A minha sorte foi que, em uma conversa com meu namorado, ele me deu essa ótima ideia, uma vez que é algo que passamos e muitas dúvidas e incertezas rodeiam nossa mente. Por mais que meu namoro seja recente, falarei um pouco sobre o que sei e quem sabe, dar algum norteamento a quem passa pela mesma situação que eu.

 Vale à pena?

Depende. A personalidade é um quesito decisivo nessa questão e o ciúme deve ser controlado. Você não estará sempre ao lado da pessoa e por mais que vocês se falem todos os dias, todas as horas, não será a mesma coisa; por isso a confiança e o amor vêm primeiro lugar, afinal, sem amor do que adiantaria?

Imagem inline 1

E a saudade?

Essa é a questão mais complicada, por isso resolvi fazer um tópico só pra ela.

Não vou mentir: é difícil sim e uma das maiores complicações que testa se o que o casal sente é verdadeiro; no entanto, se você não consegue suportar, não é amor. Você desejará ter a pessoa por perto e não terá como, você não saberá quando se verão de novo e isso te deixará um pouco mal às vezes, mas no fim servirá pra algo bom: quando se encontrarem será a melhor coisa do mundo, depois de tanto tempo longe, vocês poderão se curtir e esquecer a distância por algum tempo.

Imagem inline 2

O ciúme?

Outra questão essencial; serve para qualquer namoro, porém é agravado pela distância. Esse deve ser controlado, já que vocês não estão tão próximos, informações chegam pela metade e brigas sem razão podem ocorrer, desgastando o relacionamento e acabando com o tempo que vocês têm. A confiança e o diálogo se associam a isso, portanto sempre opte por conversar antes de iniciar uma discussão e dê sempre o benefício dá dúvida ao seu parceiro para que não se torne injusta e para demonstrar que tem confiança em seu relacionamento.

Imagem inline 3

Espero ter ajudado a todos que passam uma situação parecida com a minha. Não vou dizer que não é complicado, pois estaria mentindo. No entanto, se você realmente gosta daquela pessoa, não deixe de tentar, porque vale à pena. Como diz 1 Coríntios 13 de 4 – 7 “O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.”

Espero que vocês tenham gostado. Beijos da Sah ❤ ❤

Esse post foi escrito pela colaboradora do Blog: Sarah Cristina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s